domingo, setembro 26, 2004

Hipocrisia (3)

As crianças da ilha da Faro têm sido um fiel e leal apoio à causa dos coelhos anões albinos. Não são ricas, nem têm posses e a maioria vive às custas dos pais - mas não é por isso q o meu afecto por eles diminui. E cada vez q converso com elas a minha admiração cresce, o mesmo acontecendo com as crianças.



Este sr., que pode ser qualquer senhor, é um hipócrita. Eu e as crianças temos andado a espalhar cartazes alertando as pessoas para o crime ecológico e social q está a ser cometido na ilha, com milhões de coelhos chacinados só c/ o propósito de fazer casacos caros para mulheres baratas.

Ontem piorou: descobrimos q não é só a sua pele q é aproveitada. Os caçadores vendem a carne aos talhos locais e ganham dinheiro c/ isso. Nem eu nem as crianças podìamos permitir isso. Na noite passada visitámos todos os talhos da região e escrevemos c/ tinta vermelha nas janelas: HIPÓCRITA. Algumas crianças enganaram-se e escreveram "ipocrita" - mas isso só prova a sua pureza.

E depois os seus pais ainda me vêem dizerm q não querem as crianças comigo, q sou má influência. Para eles, e como já expliquei às crianças, só tenho uma palavra:

HIPÓCRITAS

1 comentário:

AmigaTeatro disse...

Realmente é um assunto chato e nem toda a gente é tão defensora dos animais ao ponto de ?lutar? por eles. É triste mas é a verdade.

Não mais me pronunciarei sobre o caso, devido a não o conhecer de perto... mas acho que já deu para perceber o quão gosto de animais :)

Sara
http://mundoajanela.blogspot.com