sexta-feira, agosto 27, 2004

amor a quem

amor que jaz
presente que dei
para nunca mais
dar-me-ei agora
a quem
não sei
amor presente dado
e sempre em mim
presente

3 comentários:

Anónimo disse...

:)*

Ligia

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

o tempo urge
e o ondular suave das marés
mareando na suave urgência
do tempo
suaviza o temporal
do tempo urgente

Bjs
Cat